segunda-feira, 9 de junho de 2008

Dinâmica das paixões

Que seja infinita enquanto dura
breve instante sob a forma de absoluto
Corpos em rota de colisão
numa possessão escaldante,picante
Necessidade sonhada
de coroar momentos belos
emoldurados no espírito em erupção
Não há estereótipos
É a grande maravilha
do ensaio intenso ,pessoal,intransferível
Achado individual
criação ininterrupta
Mola impulsionadora de um grande amor

Publicado em 2000

2 comentários:

CJR disse...

interessante

Fernanda disse...

Na paixão...como no amor, é preciso inovar, inventar, escladar...para depois apaziguar a alma e sentir a leveza de se ser feliz.

Bonito...lol