domingo, 8 de junho de 2008

A um riso Especial e Inesquecível

Gota de cristal com sabor a mel
Cravada na memória por um cinzel
Cumplicidade muda ,presa por um nó
Acende o coração de quem está só

Já publicado

2 comentários:

Fernanda disse...

Um riso,...vindo da pessoa certa, apaga qualquer dor, qualquer solidão que se possa ter...

Muita sensibildade no teu poema...:))

simplesmenteeu disse...

...a gota rolou...
trémula... silenciosa e transparente...
levando o arco-íris...
e em traço fino, desenhou um laço... de sal e renda.
rolou, um pouco mais.
nos labios secos da espera...
fez-se rio, mel e fogo...

"apenas um gesto" ou simples rolar, o coração se acendeu...

continuar... para te encontrar...

beijo grande.
em noite de sal e renda