quinta-feira, 3 de julho de 2008

Canção Inédita

Pássaro sem rumo
Olhar desmedido
Tristeza calada
Alma revoltada

Lábios cerrados
Canção inédita
Silêncio perturbado
Asa perfurada

Destino destruído
Mãos trémulas
Espiga de vingança
Hino aturdido

Já publicado

2 comentários:

O2 disse...

vingança, está ai uma palavra forte... sabes que esse é um defeito meu, facilmente me esqueço das "porcarias" que me fazem... sei lá, sou assim, n que n sinta raiva, mas n sou definitivamente de a alimentar, afasto-me e rapidamente me esqueço, é isso sou uma aluada, n é por despeito, é mesmo por esquecimento!

:)

AnaMar (pseudónimo) disse...

Bonita canção :-)