sábado, 18 de outubro de 2008

Pensamento

A morte é a semente da metamorfose.

É imprescindível que o corpo pereça

para fazer surgir uma nova forma de vida.

Public

9 comentários:

OUTONO disse...

É assim que a natureza se protege.

Muito bom apelo, à consideração pelo meio ambiente!

Beijinho.

Verónica disse...

É com carinho que te leio outono.
Beijinho

Fernanda disse...

E já Lavoisie dizia:

"Na vida nada se perde, tudo se transforma"...:))

É o ciclo perpétuo da vida...:))

Verónica disse...

Muito bem fernanda!desse ciclo ninguém foge!

Parapeito disse...

:)) e quando se perdem....faz se uma oração a Santo António ...e elas aparecem.... hoje estou ´péssima :P

para me penitenciar aqui deixo um poema do Eugénio de Andrade que fica bem ao lado do teu "Pensamento"
" em cada fruto a morte amadurece,
deixando inteira, por legado,
uma semente virgem que estremece
logo que o vento a tenha desnudado."

:)******

Verónica disse...

Duvido que o Santo casamenteiro se vá interessar por sementes mortas...lolllll
também não sei se era com isto que querias brincar! Também não importa!loll
Gostei muito do teu gesto,colocar ao lado do pensamento uma quadra LINDA de Eugénio de Andrade.

Isso foi feito com carinho?lolll

Parapeito disse...

...Foi feito com carinho sim :)
eu quando não sou má...sou ruim :P

Beijo ...goatei do teu comentário para a "maria papoila" :))

******

Verónica disse...

lolll Ui quando não és má és ruim?! que medo!lol
Obrigada
Beijo

simplesmenteeu disse...

Uma semente... ou uma nova forma de vida.
Uma palavra que se faz - pa la vras...
Um estremecimento... a terra que abre... ao Sol, à raiz...
O que pode vir a ser... flor e fruto...

Beijo eterno