sábado, 30 de maio de 2009

O mensageiro de quatro vértices

- Espera...- pede ele - Já te conto tudo! Tem calma...olha eu pertenço ao mundo da Geometria. Nós somos primos em segundo grau das matemáticas e em terceiro das Físicas.
O meu planeta decidiu enviar um mensageiro à terra. Fui eleito por ser um dos mais jovens. ..por não possuir ainda as complexas programações sigilosas da Geometria. Sem a nossa existência, os humanos, neste momento seriam ainda primatas. Estamos conscientes que somos objecto de estudo para o vosso benefício. Os homens julgam-se donos do Universo, inventores afamados, senhores do espaço...No entanto a nossa história contradiz tais factos, porque nós andamos a fazer precisamente o mesmo, a estudá-los. - enquanto discursa a vozita lembra uma nota da escala musical rouca. - Sabemos que possuem alta tecnologia, muito bem apetrechada que consegue captar através da computadorização os nossos programas e não sabemos para a aplicar em que situações...talvez perniciosas para a vossa raça...
- Sinceramente não estou a compreender...- corto bruscamente- nem a razão da tua vinda, nem a escolha da minha pessoa!
- Tu és ansiosa! Já passo a essa questão. - tranquiliza-me num tom baixo - Através de análises muito bem conduzidas e elaboradas sabemos que o vosso planeta estás prestes a destruir-se. Chegamos a esta conclusão com o auxílio das matemáticas. O nosso trabalho é árduo e de equipa.
Estamos todos divididos na galáxia, contudo, entramos em contacto por radiação, telepatia e transferência de energia. Em poucos anos as aves, as florestas, os animais e outras espécies, incluindo o própria espécie humana vão desaparecer.
Este problema atinge as matemáticas, as geometrias e as físicas. Os nossos mundos estão a desagregar-se . A poluição cresce a um nível diabólico. A contaminação é geral, cuja evaporação se projecta no espaço destruindo a camada de ozono. Agora atinge-nos a nós...
Assistimos ao envelhecimento prematuro de rectas, de planos,de ângulos, de sombras, de espelhos e de perspectivas. Os pontos não se destinguem a anos de luz. Os quadros ,os triângulos, as esferas, os paralelipípedos e outras formas chocam-se e machucam-se partindo os vértices porque as energias por onde seguem cruzam-se devido à falta de oxigénio
As matemáticas contactaram-nos via fax e a mensagem foi assim: " O conjuntos dos números naturais está misturado com conjunto dos números inteiros absolutos e inteiros relativos.
As operações normais e simples nascem com deformações...As raízes quadradas e as equações apanharam alergias e foi necessário isolá-las.
A Física perdeu a dinâmica do sistema solar. A lei da atracção universal de Newton encaminha-se para o fim . As energias , as cargas eléctricas não resultam com a rapidez desejada. O planeta geométrico entrou em estado de alerta máximo. Segundo os cálculos mais ou menos aproximados da realidade o nosso tempo está a esgotar-se"

Extraído do conto " O mensageiro de quatro vértices"
publicado em 97 tendo recebido a Menção Honrosa no Concurso Mérito Literário (Tribuna Pacense) em Abril de 2003

6 comentários:

Delfim Peixoto disse...

Eu diria: o problema da Ciência é esquecer-se do Metafísico... digo eu, claro!
Jnhs

Pedrasnuas disse...

CONCORDO CONTIGO DELFIM

Su disse...

excelente escolha


jocas maradas.sempre

ADiniz disse...

http://www.youtube.com/watch?v=jQGiZ6ZojX0

Clic
espere
ouça.

Bjs

Pedrasnuas disse...

ANA DINIZ,TUDO TEM UM PONTO FINAL...TUDO TEM UM FIM!!! OUVI SIM E COMPREENDI...

BOA SEMANA E TUDO DE BOM

SU ...JOCA MARADA

Pedrasnuas disse...

ANA EU INTERPRETEI MAL...LI ENVIESADO


TUDO DE BOM E QUE SEJAS MUITO FELIZ.

CARINHOS