domingo, 30 de agosto de 2009

No tempo dos Sonhos

'
NA FALTA DAS MINHAS PALAVRAS
O VAZIO NÃO FICOU MAIS CHEIO
'
NA TUA BOCA FLORIAM AVES
EU NAQUELE TEMPO
CEGUEI...
NÃO VI!
'
OS TEUS PASSOS SUBTIS
PERDERAM-SE EM VÉUS
NUS E VIRGINAIS
'
SÓ DEPOIS LI
NA TINTA QUE ESCORRIA
DOS TEUS OLHOS
DESSES OLHOS QUE NUNCA VI
'
ENLOQUECI-TE
COM MÃOS DE ESPUMA
E LÍNGUAS DE FOGO
'
E TU SOLTASTE AS TECLAS
E O SOM AGUDIZOU-SE
EM ORGASMOS FRENÉTICOS
'
OS CORPOS LONGÍNQUOS
AGITARAM-SE
EM FANTASIAS...QUE EU INVENTAVA
'
AS NOITES FORAM BRANCAS
...VESTIDAS DE LUTO
EM LEITO RÍGIDO E FRIO
'
AGORA
DESTE CAIS ONDE A SAUDADE MORA
REPOUSAM APENAS OS MEUS AIS...
'
PUDESSE EU TOCAR-TE
QUANDO O TEMPO
AINDA ERA PRIMAVERA ALADA

5 comentários:

Fernanda disse...

Gosto deste teu tempo dos sonhos...
Mas não os deixes fugir..à vezes é bom que permanecam.

:)

ADiniz disse...

Solta em palavras
Ardia em fogo ao de sua voz
Fantasia tomou conta...
meus dedos...
meu corpo...
já não sabia aonde era eu
ou você
transportava-me
a mais alta essência do prazer
pra perto de você
fazendo vibrar em mim
como cordas tensas de um violino
tocadas por Vivaldi
4 estações de Primavera
em Si Maior
em ti maior
em Mi’m Maior

Beijos de doce Primavera a vc Pedras...!

Judite (Dite) disse...

Oi amiga!
Este teu tempo será recordado não só em sonhos mas na realidade. Um tempo único e mágico.
Continuação de lindos sonhos!1
um beijo,
Judite

O Faroleiro disse...

Com o "tempo" (retirado do título: No tempo dos Sonhos), descobri que mais importante do que concretizar os "sonhos" é não deixar de os ter...
Não deixe de sonhar. O "tempo" mede-se pelo comprimento da nossa vida...

Nilson Barcelli disse...

Magnífico poema querida amiga (apesar dos ais...).
Gostei imenso.
Bom fim de semana, beijo.