quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Cem palavras

QUANDO AS PALAVRAS MURCHAM NA BOCA ...NINGUÉM SABE LER...NEM
DECIFRAR O QUE OS LÁBIOS NÃO CONSEGUEM DIZER...

6 comentários:

ADiniz disse...

Ainda bem que tens 82 palavras, pq só consumis-te 18, sem falar das reticências, ou então seria o contrario, mas pouco importa, a palavra é nada mais que um ornamento do consciente, é a materialização do pensamento, logo o pensamento vivifica, a palavra mata ou morre.

Bjinhos feito a pança do Papai Noel pra vc Pedras

LR disse...

molto vero...

Tatiana disse...

Conforme prometido vim lhe avisar da postagem feita com o selo que me dedicou.
http://artes-poesias.blogspot.com/2009/12/selo.html
Obrigada de coração por seu carinho.
Beijos com meu carinho e palavras sinceras de agradecimento.

Sereia disse...

Essa frase tem um efeito bombástico.
Bom dia lindona.
Um beijo grande.

OUTONO disse...

Que lindo!!!!

Caros amigos(as)

A "PARAGEM"...parou. Na carruagem do meu caminhar, encontrei uma passageira amiga e sedutora. Disse-me o seu nome em segredo...não percebi...e repetiu a sua vontade:
-Digo-te quem sou...se me escreveres de novo...
Na estação da vida, com os frios de Inverno brancos...olhei-a frontalmente...beijei-a com a minha sede de palavra e, disse-lhe:
- Ficas proibida de me fugir, fingindo-te cansada...
- Prometo...
Saí primeiro da carruagem, logo atrás um salto traquinas, felicidade "infantil", deu-me a mão ...e ofereceu-me um dizer...
Partilho-o, neste recomeço.
Um sincero obrigado, pelo apoio, ao ignorarem a "PARAGEM" do Pretexto-Clássico com a vossa presença.
Sintam-se bem, permitam-me que os brinde com um chá de amizade....e um abraço de simpatia.
Já agora, um 2010 pleno de concretizações!

Parapeito disse...

Lindo...o que consegues dizer....cem palavras...
**********