quarta-feira, 17 de março de 2010

Aparentemente

Quando o dia se engasga de penumbra
perde logo a claridade
os meus olhos vidrados...com odor a tabaco cruzam-se com os teus
...num ângulo agudo ...até dói na boca ressequida
o rosto amarfanhado de escuro
da terra...sim da terra
estou alcoolizado...
e tão feliz
Alguém é mais feliz que eu?
És mais feliz que eu?!
E o que é ser feliz?
Tu só queres saber dos teus conceitos...
Essas teorias irritam-me solenemente
afasta-me esse riso embusteiro e triunfante
vai para o diabo sem mim
e deixa-me ser feliz sozinho!


9 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Álcool, ausência de partilha, mais o riso embusteiro e triunfante... só pode dar mau resultado... e mais vale estar só do que mal acompanhado (até o álcool é uma companhia melhor...).
Querida amiga, gostei do teu poema. Muito...
Um beijo (sem álcool...).

VANUZA PANTALEÃO disse...

Um Poema bem talhado...
Durma com os Anjos, amiga!!!

Ana Cristina Quevedo disse...

É o velho ditado" Antes só..."
Mas são fases...como tudo na vida

Beijo

direitinho disse...

Mas aonde é que eu este filme...?
Quer queiramos ou não enquanto a coisa ferve e aquece ...eles.../...são felizes

Brown Eyes disse...

Aparentemente há muita gente feliz. O conceito de felicidade é subjectivo, impossível comparar felicidade. Aprender a ser feliz sozinho é algo que todos deviam fazer.
Beijinhos Pedras

Tatiana disse...

Sabe que há momento em que gostaria de agir exatamente assim?
Passei também deixar-te um beijo carinhoso.

© Piedade Araújo Sol disse...

forte!

um beij

Brown Eyes disse...

Pedras, também tenho andado cansada, sei como te sentes. Descansa que aqui a Mary não deixa de te perder de vista. Além, naqueles cantinhos, tu és livre para visitares quando quiseres e puderes. Ok? Beijinhos e aproveita o fim de semana, vou fazer o mesmo.

JPD disse...

Felicidade que não for partilhada ao deverá ser perturbada.

Bjs