quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Um conto de fadas mal contado

Acordo, encontro-me numa sala linda...Uma beleza rara...que causa tédio...Apaga a inspiração de uma  musa bem intencionada.
Os meus olhos vislumbram uma construção  antiga. Reporta-me imediatamente a um filme de terror...Um túmulo sem um raio de sol, a própria morgue!? Feito de pedra dura com uma arcada românica,bem atarracada...até já rocei ali os meus cornos...
Lá mais adiante edifica-se majestosamente um templo pré-fabricado, muito apropriado para os pupilos...eficaz para a distracção, sem infra-estruturas próprias...
Mas em compensação muito ventilado...tão arejado que o vento quando sopra louco... rouco, prolongado e forte galga, trepa a galope para dentro e levanta folhas, roupas e cabelos...
Os cortinados curtos afunilam no rosto da criançada...e do lado de fora outros meninos bem comportados,instruídos, educados...muito intrometidos metem o nariz na ceara alheia,que é como quem diz...onde não são chamados....
Assim perturbam a lição aos rugidos, numa autêntica arruaça...numa linguagem ininteligível!
Fazemos uma , duas, três ...pausas forçadas.
Dentro há os que mordem a língua,porém, tentam refilar.
Chovem advertências e chamadas de atenção!
Entretanto, perdemo-nos todos...e encontrar o fio à meada?
Mas somos todos mestres na arte de compreender, de educar...actores fabulosos,substitutos dos criadores e até conseguimos mostrar dotes que não possuímos; desde bons psicólogos,excelentes pedagogos, educadores exímios... heróis à força...forçados a entrar numa guerra que negamos, que não desejamos, que não compramos, sem sentido,cruel e injusta...

E qual é o principal culpado, o arguido,o acusado de todos os crimes?

10 comentários:

Ana disse...

Olá, Pedras
Brindas-nos com um estilo completamente novo, a tocar o fantasmagórico. A princípio arrepiei-me, demorei até entender do que se tratava...
Quanto a culpados..., ora bem... se fores docente Universitária, dirás q os culpaos são os docentes do Secundário, se fores de Secundário, dirás que os culpados são os teus colegas do 3º ciclo e assim por aí fora. Se fores educadora de infância, culparás os espermatozóides!
Esta é a lógica. A lógica da batata, entendes?
Bjs para a ilha.

Pedrasnuas disse...

NÃO É A LÓGICA DA BATATA...NÃO ME REFERIA A ISSO...PENSO QUE HOJE O DOCENTE LEVA COM AS CULPAS TODAS EM CIMA,SE OS RESULTADOS DOS ALUNOS SÃO PÉSSIMOS A CULPA É DELE.SE UM ALUNO É MAL EDUCADO A CULPA É DELE.SE O ALUNO TEM DIFICULDADES A CULPA É DELE. SE A TURMA É MUITO FALADORA, BARULHENTA A CULPA É DELE.SE O ALUNO AGRIDE-O
A CULPA É DELE. SE OS RESULTADOS SÃO MUITOS BONS OU MESMO EXCELENTES ENTÃO O DOCENTE TEVE MUITA SORTE EM LHE CAIR NAS MÃOS AQUELA TURMA...

Deia disse...

Oi Pedras! Li seu texto e segui lendo os comentários. Minhas referências são de outro país, mas consigo encontrar semelhanças (infelizmente) no tocante às expectativas com o professor. Um beijo, Deia

Angela Reis (Luna Luz) disse...

Gostei da prosa. Texto poético e questionador. Vida de professor não é nada fácil - é uma tarefa complicada, que exige muito do docente, e como bem disse assume também vários papéis: pais, psicologos, educadores, enfim - mas tem muito de prazeroso.

Eu já lecionei. Começei com onze anos. No início foi ensinando aos meus colegas, sem compromisso. Os pais notando uma melhora no desempenho destes falaram comigo e aí passei a dar aulas para os próprios colegas e aos irmãos dos mesmos. E aos dezesseis e dezessete anos lecionei para crianças de cinco anos. Foi muito bom esse período. Tinha que comprar vários batons porque eu fazia marquinhas de beijos nos rosto de todos os alunos do colégio no horário da saída, risos.

bjos no coração =*

ADiniz disse...

Bom Dia moça

Concordo com vc quando se referi ao dizer que o desenvolvimento cognitivo esta mais no juízo da criança ou adolescente do que dos educadores (mediadores do ensino). Porem sabe-se que todos têm responsabilidades neste curso de formação intelectual do menor, que vem desde casa passando por todos os grupos sociais até a vida adulta. Assim são feitos os homens de hj, profissionais mais ou menos satisfeitos e ou felizes.
Pode lhe parecer uma tontice, mas tudo é efeito do meio e se hj vc esta frustrada com este comportamento destes menores é pq os responsáveis por eles foram crianças lá atrás e talvez tivessem que simplesmente lutar pela vida, e sabe-se à custa de quem ou do que, tornando-se um colega individualista, fazendo “barulho” no trabalho, como governantes que ocupam cargos em ministérios que se quer tiveram experiência nas áreas assumida.
Bem este é um assunto que se expande
e como bem disse Freud
“A criança é o pai do homem.”
Desculpe-me por me estender, criança me interessa.
Bjinhos e um bom final de semana em Sol M a vc.

Manuela Freitas disse...

OLá Pedras,
Comecei a ler e a pensar, acordou a meio da noite e pegou numa caneta e num papel e escreveu o que estava a sonhar, parecia surrealismo...
Depois encontrei o sentido! Eu que fugi de dar aulas, considero que ser professor é das profissões mais importantes e também das mais inglórias! Tem piorado e de que forma tem piorado!!!
Beijinhos,
Manuela

Vanuza Pantaleão disse...

Devemos tanto aos nossos primeiros Mestres, não é mesmo? No entanto, os mesmos são tão excluídos e sacrificados pelos poderosos.
Apreciei demais sua prosa, amiga!
És mais que uma aprendiz!!!Bjsss

Lala disse...

Para mim "Professor" é a primeiríssima e mais importante profissão do mundo. Eu venero os professores e tento sempre manter uma relação muito boa com os da minha filha. Afinal eu educo e crio mas eles educam e ensinam... por vezes fazem muito mais que alguns pais por muito menos... Sobre as condições que não têm para exercer a mais importante profissão do mundo, acho que, infelizmente de nada nos vale reclamar... é triste, é muito triste!
Beijinho!

Nilson Barcelli disse...

Eu não sou juíz...
Apenas sei que os professores não se entendem... sim, todo o sistema de ensino é gerido por professores... desde o ministro, que sempre foi um professor, até ao professor que dá aulas, passando pelos professores do sindicato que nunca deram aulas...
Beijos, querida amiga.

Fê-blue bird disse...

Mina amiga:
A partir do momento em que o Estado deixou de respeitar a profissão de professor, tudo virou um verdadeiro filme de terror!
O culpado?
Todos o que forma coniventes com este governo desgovernado.

beijinhos