sábado, 11 de dezembro de 2010

Quarta experiência

video

Poema de Nilson Barcelli

Ao tocar a tua luz



Há, em certas coisas que me assaltam,

uma intriga de átomos

na procura quântica da sua órbita

que nem eu próprio sei esclarecer.



A cada passo,

visito esse covil de nevoeiros,

onde florescem as dúvidas

edificadas em raízes engordadas pelo diabo

ou em destemperos, que

[à falta de melhor ideia]

atribuo a deuses brincalhões.



Vacilo no indagar e penso,

mas ao meu ânimo é abismo

o patamar onde o palpável do ser

se confunde com a miragem.



Mas tudo fica claro ao tocar a tua luz,

talvez porque os átomos girem ao contrário

quando chegas até mim

com a nudez de uma pedra preciosa.


Voz de Pedras Nuas

9 comentários:

Ana disse...

Adorei a nudez suave desta voz preciosa.
Bj

O Profeta disse...

...Quem sou
Nunca me encontrei na letra de uma canção
Nunca toquei duas notas seguidas em harmonia
Mas perdi-me às vezes na ilusão

Reencontrei-me com o amor
Amargura mora sempre com a razão
Um mágico nem sempre acerta
No seu golpe de mão

Mas fiz mil tentativas nesta viola
Nenhuma nota bateu-me certa
Sou um triste e patético tocador
Desta...Melodia Incompleta...

Doce beijo

Espaço Aberto disse...

Olá!
Respondendo a sua pergunta no Espaço Aberto.
Pode ser sim... Uma poesia, um texto, uma crônica, um poema... Enfim o que a sua imaginação quiser.

Um abraço carinhoso

Nilson Barcelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, obrigado por teres aceite o meu desafio.
Parabéns pela excelência do teu dizer poético (até me arrepiaste...). A tua voz é magnífica e o poema ganhou outras cores. Ficou muito melhor...
Um beijo.

AC disse...

Parabéns ao Nilson pelo magnífico poema, parabéns à Pedras que o interpretou condignamente!

Beijo :)

Manuela Freitas disse...

OLá Pedras,
Quanto à declamadora, noto-lhe um certo nervosismo na voz, será? Quanto ao video gostei muito, assim como a poesia. Penso que tudo se descomplica, quando o amor acontece!...
Beijos,
Manuela

Vida de uma ex Drogada disse...

Oi,
Lindo!!
É doce ouvir um belo poema junto de uma bela voz.

Beijos

Veronica disse...

O poema é lindo! Gostei de seus blog...Principalmente do gatinho amo gatos!.