sábado, 22 de outubro de 2011

sábado, 15 de outubro de 2011

Sonha-me...sonho-te...


Dispo a noite em rasgado verso
 teu corpo estremecido
inocente pecado
Tua nudez é minha
suavizado em sentido inverso
 encharca-te, enche a bilha do regato
a tua saliva...a tua língua
 brinca com  esta delícia...
um gole de cada vez
desliza...fundo...mais fundo
não temas...
assim te peço.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011