sábado, 15 de outubro de 2011

Sonha-me...sonho-te...


Dispo a noite em rasgado verso
 teu corpo estremecido
inocente pecado
Tua nudez é minha
suavizado em sentido inverso
 encharca-te, enche a bilha do regato
a tua saliva...a tua língua
 brinca com  esta delícia...
um gole de cada vez
desliza...fundo...mais fundo
não temas...
assim te peço.

8 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Belo e sensual poema.
Gostei imenso, excelente.
Querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Sensualidade a escorrer em cada palavra, adoro ler-te.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Simone MartinS2 disse...

Nossa! Uau!! Prefiro nao comentar e sem querer ir ate o fim....bjin

AC disse...

Muito belo, Pedras, muito belo mesmo...

Beijo :)

L.S. disse...

Importa sonhar, sonhar alguém.
Ter quem nos sonhe.
Ainda que só na poesia...

irene alves disse...

Lindo este poema.
Parabéns.
Bj

Mz disse...

Despem-se os preconceitos quando a vontade é maior e tudo o que se deseja é não parar. Escrever é também assim!

Bjs

Brown Eyes disse...

Pedras que sonho mais profundo. Beijinhos