domingo, 10 de maio de 2015

Paisagem

 Obra de Jean-François Millet

Manchas aguareladas clareiam a figura da campesina
insectos vários poisam nas flores docemente
mais à distância distingue-se uma casita pequenina
e da chaminé rústica evola-se um fumo quente
Mais à direita, um retalho nebuloso rasga o ocaso vagamente
o canto uníssono d'um grupo de raparigas
uma gaivota agita as asas lentamente
e os campos enchem de trigo as espigas
O camponês exaltado eleva emocionado os olhos celestiais
espelhando a paixão cor em coloridos vitrais
em bicos de pés , no real quadro, o rio espreguiça-se no leito...
Logo de seguida, para dentro da pintura levo meu desejo ideal
o de elevar com altruísmo aquele amor triunfal
mas senti um estranho e solitário sentimento no peito....
PN
Nota: (Um desafio amigo do facebook .... reedição sujeita a  alterações)

Sem comentários: