terça-feira, 28 de junho de 2016

Convida-me e vou contigo...


Convida-me e vou contigo
Hoje sim, hoje, mais que ontem… há sol,
colossal, descomunal , fartura, teimosia de claridade.
As sombras marcam compasso…
ainda não se levantam do chão
nem turvam a nossa visão!
Embarco contigo, agora.
Partamos, dia adentro, noite fora
 sigamos e despertemos os sentidos quase murchos
e desaprendidos...
Bebamos a água fresca da velha bilha;
ainda há céu para nós…
Atentos ao pincel espetado na atmosfera...
as nuvens tingidas...
 a abóboda lambida de uma ponta à outra daquele azul perfeito,
espevitado
espelhado em nós…
Um azul desperto e aberto como o meu coração.

 PN