sábado, 7 de janeiro de 2017

Alinhavo sobre o joelho


Bullying ou crime?

Não posso deixar passar em branco uma situação que assisti ontem no telejornal, como muitos outros espectadores, um jovem a ser BRUTALMENTE agredido! CHOCOU- ME! Mexeu muito comigo! Acredito que aquela mãe se sinta incomodada e deva agir! E o rapaz ficará com traumas para toda a vida! Além das físicas, as emocionais. Sinto-me REVOLTADA! Por este jovem e por todos aqueles que sofrem na pele; perseguição, estigmatização, marginalização… etc. A razão? Por causa de uma namorada?! E o jovem é espancado quase até à morte?! O que é isto?! Uma aberração de jovens completamente tresloucados que ainda são capazes de incitar e filmar a cena?! Um bando de criminosos, é o que são!
Hoje há demasiada violência; nas famílias; nunca se assistiu a nada semelhante! Casamentos desfeitos, mal termina a paixão, e fazem-se filhos de cada relação que se tem. E não há paciência para educar, é muita falta de responsabilidade! São notícias de pais a matarem filhos, mães a matarem filhos, maridos ou companheiros a esmurrarem esposas até culminar na morte! Depois, nas escolas, dentro das salas de aula; são evidentes os conflitos verbais e às vezes, ocorrências de quase pugilismo; acusações mútuas, o enxovalhar gratuito, o tom agressivo com que se tratam! Até nas brincadeiras isso é notório! Como se não bastasse, surgem essa panóplia de jogos, muito violentos, uns mais que outros, de qualquer forma, especialmente os de combate, nem deviam circular! A televisão, meio de comunicação muito visualizado, transmite filmes de guerra, telenovelas em que há cenas de violência verbal, física e até assassinatos( coisa que não sucedia em tão grande escala, agora tornou-se habitual). A Internet é o que se sabe, os pais não controlam o que os filhos vêm. Tanto, que acabam por ser presa fácil até de vídeos do auto proclamado Estado Islâmico. Tudo o que é LIXO fica demasiado acessível e INCITA à VIOLÊNCIA!

Isto tem de mudar! Ou se tomam medidas a sério ou vamos continuar a assistir a mais cenas destas, degradantes e aterrorizadoras! Pense que pode acontecer com o seu filho! Não pense que só sucede aos filhos dos outros! E, por outro lado, pense, se quer ter um filho, perigoso, com cadastro para a vida toda? Um criminoso? Em quem não confia? 

1 comentário:

Jaime Portela disse...

Também fiquei indignado com tanta violência, mesmo sabendo que a violência é uma coisa normal entre crianças. Só que, essa violência, não passa normalmente de umas bofetadas ou uns socos e as coisas ficam por ali e sem grandes estragos.
Na minha opinião, correndo o risco de falhar, dado que não sei pormenores, as verdadeiras causa estarão no seio familiar, onde a transmissão dos valores morais e comportamentais estarão ausentes nos diálogos (se é que existem).
Bom fim de semana, querida amiga PN.
Beijo.