domingo, 15 de setembro de 2019

Quem tramou Babet ?


Babet nómada, solta, desenxovalhada
Olhar cigano, sorriso espontâneo
Tisnada até às vestes dos panos
Beleza sem artifícios, rara
Frescura sem fissuras irremediáveis
Sem riscos ainda, apenas deleites
Babet; mochila às costas
Guitarra na mão
Chega às praças, às ruas estreitas ou largas, fechadas ou abertas, pernas treinadas a cruzar no chão
Ou nos bares familiares, em cima do balcão
Dedos ágeis à medida das cordas, prontos para dedilhar os sons dos fios…
Os aneis ficam-lhe bem, as argolas nos pulsos delicados também
Cabelo floreado, em síncopes desmanchado, desaguando em pontas, ombros abaixo...
 Vozeirão rouco, bem afinado, picante, rasgado
Percorre o Rock and Rool, salta para o Blues e atira-se ao Soul.
Compõe letras bem entrelaçadas, profundidade abissal...
Acordes singulares, arrisca muito e acerta no pretendido
O púlico de Babet saliva, baba para grandeza tamanha!
Há pouco, bem pouco uma notícia assaltou-me a visão:
Babet metida em escolhos?
Pasmo; a minha curiosidade desbrava mais terreno exposto; ali à mão
Casos com garotos imberbes, álcool, drogas, mentiras…?!
Casada pela terceira vez, escolhas tortas, filhos das várias uniões celebradas
A meio da notícia; a cantora  não adormece sem ter o membro sexual masculino
dentro do seu canal genital ... e assim  permanece toda a noite?
Pode-se achar censurável, causar estranheza, parecer insólito ...
Alguns entendidos arriscam que é assim que busca e preenche os afetos negados.  
Em rodapé; a vocalista foi vítima de uma infância demasiado cabeluda…
Entretanto, apesar de todos os pesares, continua nas noites perdidas em bares de enganos.
PN


                          Ilustração retirada da Internet - Mary Bridget- Davies


3 comentários:

  1. Pois é, quem sabe lá o que se passa para além do que os nossos olhos alcançam?...

    Bom fim-de-semana!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Confesso que não sei quem é a Babet. Procurei e ouvi-a a cantar a versão acústica de uma canção (apenas com piano) e gostei.
    Quanto ao texto, é excelente, gostei muito. Retrata uma vida bem atribulada e que será comum a artistas que acabaram muito mal...
    Querida amiga, um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Querido amigo Jaime, Babet é uma invenção e tal como afirmas, retrata a vida de certas "estrelas". Excelentes artistas, com vidas privadas que não servem de referência para ninguém, muito menos para os mais jovens. Curiosa essa tua busca e teres encontrado uma versão musical que felizmente foi do teu agrado. Aproveito para desvendar que quem tramou a Babet e muitas outras, que nem estrelas são, é a infância! A maioria das pessoas não faz ideia da grande importância que a infância tem e como ela se repercute pela vida fora!
    Querido amigo, bom fim de semana. Obrigada pela por teres vindo.
    Beijo

    ResponderEliminar